Corregedor-geral da PF será o novo superintendente da instituição no Paraná

Omar Gabriel Haj Mussi substituirá Luciano Flores, escolhido para a superintendência por Mauricio Valeixo, diretor-geral demitido em abril pelo presidente Jair Bolsonaro.

O atual corregedor-geral da Polícia Federal, Omar Gabriel Haj Mussi, será o novo superintendente da PF no Paraná no lugar de Luciano Flores.

A mudança deve ser publicada nos próximos dias no "Diário Oficial da União". Mussi é paranaense, delegado desde 1999 e ex-superintendente da PF em Alagoas.

Ele também já foi diretor de Administração e Logística da Polícia Federal. A nova função de Luciano Flores não está definida, mas o delegado deve assumir uma representação da Polícia Federal no exterior.

Flores é delegado desde 2002.

Atuou na Operação Lava Jato, foi responsável por fazer a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2016 e também já foi superintendente da PF em Mato Grosso do Sul.

Ele foi escolhido para superintendente no Paraná por Maurício Valeixo, diretor-geral que foi exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro em abril.

A demissão de Valeixo provocou a saída do governo do então ministro da Justiça, Sergio Moro, que acusa o presidente de interferir politicamente na PF.

Categoria:Política