Coronavírus: quarentena reduz em 80% ocorrências presenciais nas delegacias da região de Campinas

Diretor do Deinter-2 destaca que diminuição da circulação de pessoas e ampliação do atendimento da delegacia eletrônica favorecem estatística.

A Polícia Civil da região de Campinas (SP) registrou queda de 80% nas ocorrências presenciais nos primeiros dias da quarentena para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Diretor do Deinter-2, José Henrique Ventura conta que o isolamento social de boa parte da população e a ampliação do atendimento das delegacias eletrônicas são responsáveis pela queda do movimento nas delegacias. Delegacias Eletrônicas passam a registrar crimes de estelionato, roubo e furto De acordo com Ventura, as cinco delegacias seccionais que integram o Deinter-2, duas delas em Campinas, montaram um setor para registrar as ocorrências que são feitas por meio digital, para validar e acelerar o processo.

Em caso de dúvidas, policiais farão o contato com as vítimas.

"Houve uma ampliação do que pode ser registrado na delegacia eletrônica.

Só não pode homicídio, latrocínio, estupro e casos de violência doméstica, que demandam exame pericial e, em geral, resultam em pedidos de medida protetiva", explica. Além disso, destaca o diretor do Deinter-2, foi possível notar, com o menor movimento nas ruas, queda em determinadas ocorrências geralmente registradas presencialmente, como atropelamentos, acidentes de trânsito com vítima e roubos e furtos de celular, por exemplo. "A nossa preocupação agora é fazer o patrulhamento, garantir que nada ocorra nas ruas", diz. 2ª Delegacia Seccional de Campinas (SP) Fernando Evans/G1 Estatísticas A Secretaria de Segurança Pública divulgou na quarta (25) a estatística criminal de fevereiro.

Campinas registrou aumento nas ocorrências de homicídio doloso, furto de veículos e dos roubos de veículos e de carga, mas queda nos furtos em geral na comparação com o mesmo período de 2019 De acordo com a estatística criminal, 11 pessoas foram assassinadas em fevereiro, duas a mais do que registrado no mesmo mês do ano anterior.

Nos dois primeiros meses de 2020, a Polícia Civil contabiliza 30 homicídios dolosos, uma média de um a cada dois dias. Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Categoria:SP - Campinas e região